O Zen de Amilcar

Amilcar de Castro sempre me fascinou pelos seus quadros gestuais. Têm a assinatura do artista na tradição do expressionismo abstrato. E eles remetem a algumas simbologias orientais como o Enso. Seus quadros gestuais deveriam ser melhor compreendidos e reconhecidos pelo mercado. Mas é um questão de tempo, até porque sua vasta produção está se escasseando.

Mas sabemos que Amilcar é mais famoso por suas obras mais neoconcretas, principalmente as esculturas. De toda forma gosto muito do seus quadros de linha, que emulam as esculturas de corte e dobra.

Suas esculturas de corte e dobra são fantásticas porque com poucos movimentos ele torna o plano em uma bela escultura. Também aqui a cultura oriental, que sabemos que Amilcar tanto gostava, é referência pelos origamis.

Pela esculturas Amilcar é revenciado, falta agora suas telas terem o mesmo reconhecimento.

Sobre olhosobretela

Blog sobre arte com foco em arte contemporânea, mercado de arte, feiras e acontecimentos. Posts normalmente às segundas, quartas e sextas.
Esse post foi publicado em Artistas, Geral, Mercado e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s